O tempo voa

Faz quase um ano que não passo por aqui e o que eu posso dizer? Novas resoluções para o ano que se inicia? Na verdade não, mas como eu e o noivo (sim, nesse ano que ficou em branco por aqui eu noivei) estamos tentando mudar alguns hábitos, por que não tentar voltar a escrever aqui? :)

O foco do blog inicialmente seria falar sobre livros, porém eu não sou mais a mesma pessoa quando se trata de leitura. Hoje em dia com a minha própria casa, com meus gatinhos para cuidar, além do trabalho que exige pesquisa, dedicação e algumas poucas horas de viagem todos os dias, o cansaço impede que a leitura se enquadre dentro dos padrões de outros blogs. De qualquer forma, os livros continuam sendo a minha grande paixão e mesmo que eu escreva esse blog para mim mesma, eu continuarei :)

Já que o foco do blog é livro, vou deixar listado os livros que peguei emprestado no trabalho para estudar um pouco nas férias e aprimorar meus conhecimentos:

  • Ler e escrever na Educação Infantil, Ana Carolina Perrusi Brandão e Ester Calland de Sousa Rosa (Org.) – Editora Autêntica
  • Educação Infantil: enfoques em diálogo, Eloisa A. C. Rocha e Sonia Kramer (Orgs) – Editora Papirus
  • O brincar na Educação Infantil: Observação, adequação e inclusão, Adriana Friedmann – Editora moderna

No que se refere a diversão, estou no terceiro livro da saga da Torre Negra do Stephen King, Terras Devastadas, e apesar de não ter gostado tanto do primeiro livro e achar a história muito viajada, estou cada dia mais curiosa com o destino de Rolland.

Vamos ver em quanto tempo eu consigo voltar, ainda mais agora que estou de férias! Até…

 

Ouvindo: Screamin’Jay Hawkins – I put a spell on you

Mesmo se nada der certo

O carnaval está ai e nada melhor do que ficar em casa fortalecendo seu relacionamento sério com o sofá <3 Para que o relacionamento de vocês não caia na rotina, vou indicar mais um filme fofo para assistir durante todos esses dias em casa.

Antes de começar a ler, que tal dar play na música mais fofa do filme?

CapaUma cantora (Keira Knightley) se muda para Nova Iorque, mas logo após chegar no local, seu namorado americano decide terminar o relacionamento. Em plena crise, ela começa a cantar em bares, até ser descoberta por um produtor de discos (Mark Ruffalo), certo de que ela pode se tornar uma estrela.

.

O filme é uma comédia romântica fofa como todas as outras que vemos por ai, mas ela tem aquele quê de tristeza que encontramos por exemplo em 500 dias com ela e que não deixa de ser engraçado por isso. Os dois protagonistas da história são losers de marca maior, ela com o relacionamento recém terminado e desempregada, ele falido e divorciado. O filme se passa em Nova York com ambos tentando reconstruir suas vidas.

Esse é um naqueles filmes que não há o que esconder ao falar dele sabe? Eu praticamente já disse tudo haha! Mas que mesmo assim vale a pena assistir.

O que eu mais gostei nele é que não é uma daquelas histórias desesperadas de amor, ela vai além disso, ela fala sobre você estar bem consigo mesmo e necessariamente não implica em você ter um relacionamento. Apesar de ser um musical (eu odeio musicais), as músicas são deliciosas. Posso estar sendo tendenciosa por ter uma paixão platônica pela Keira Knightley.

Enfim, tudo muito divertido, vale mesmo a pena assistir a tarde, quando aquela preguicinha te puxa pra dentro do sofá. Mas antes de terminar, me sinto na obrigação de mostrar o quanto a Keira estava MARAVILHOSA nesse filme:

Lost Stars

Infelizmente este é um filme que não está no Netflix para facilitar a sua vida, mas se você tem tv a cabo, vale conferir se vai passar em algum destes longos dias ;)

Rota de Fuga

escape-planEm mais uma noite de escolha de filmes, namorado escolheu o filme Rota de Fuga (Escape Plan) e olha, vou falar a verdade, é um filme que eu não escolheria nunca pra ver. Acho que na minha cabeça não consigo olhar para o Stallone e não ver o Rambo hahaha

Ray Breslin (Sylvester Stallone) é a maior autoridade existente ao se falar em segurança. Após analisar diversas prisões de segurança máxima, ele desenvolve um modelo à prova de fugas. Quando é preso, Ray é enviado justamente para a prisão que criou. Lá ele precisa encontrar uma brecha não imaginada até então, que permita sua fuga.

O filme tem muita ação desde o começo, portanto pode assistir tarde da noite que não vai dormir tão facilmente e apesar de ser filme de ação, a história é diferente, não parece ultra mega clichê. Achei um bom filme, que me tirou da minha zona de conforto e com final bacana.

Não tem muito o que dizer sobre o filme sem dar spoilers, portanto fica apenas a indicação de um filme com cara de sábado a noite.

Kot Café

Sabe aquele lugar aconchegante e gostoso que você quer ir sempre? Esse lugar é o Kot Café!

Kot

Dia 16 de Janeiro fui ao Kot com o namorado, a Nana e a madrinha dela prestigiar mais um Brunch Day, que é um dia especial onde são preparados pratos de café da manhã (caso o nome não tenha deixado o que acontece óbvio o sufiente). Eu compareci a edição natalina em Dezembro e fiquei apaixonada.

A estrela da edição de janeiro foi o Bacon Cup, pãozinho envolto com uma tira de bacon e ovo temperadinho por cima. Estava incrível e se você olhar bem para a foto na galeria vai entender o porque. De sobremesa comi o bolo de Piña Colada, fofinho, molhado e bem recheado. Para acompanhar tomei um leite com chocolate gelado.

Comi super bem e sai de lá feliz! <3

Conheci o Kot a pouco tempo atrás, pois sempre passava por lá e não tinha coragem de entrar. Mas quando superei essa barreira foi só alegria, virei cliente/fãapaixonada pelos bolos, pelos atendimento e pela decoração fofa. Aliás, não sei o nome da mocinha que sempre me atende, mas ela é uma linda que sempre me indica na sinceridade o que ela acredita ser mais gostoso, o que é ótimo uma vez que ela nunca errou nas indicações.

Outra coisa que gosto muito de lá são os chás gelado, super saborosos, levemente adoçados e servidos e uma jarrinha com rodela de limão ou laranja. Falei por cima, mas caso não tenha ficado explícito como deve, eu AMO os bolos de lá! Já comi de coco gelado, mojito, churros, maçã com nozes… mas o meu preferido sem sombra de dúvida é o de frutas vermelhas que estou aguardando o repeteco ansiosamente.

O almoço lá também é muito saboroso, com saladinhas e na medida certa para que você coma sem sair passando mal. Tem combos com pãozinho, manteiga, geleia, pedaço de bolo e bebida. Nossa é tudo lindo! Podia passar dias falando sobre o lugar e mesmo assim sinto que não diria tudo, tem mesmo é que ir lá conferir.

Sobre preços? Isso é importante, não? De verdade, eu acho que é um preço muito ok por conta do maravilhoso serviço prestado sempre. Se não me engano no site deles tem o cardápio com preço para não ser surpreendido. Eles também tem página no Facebook e conta no Instagram.

Acho que é isso! Ah, o cheesecake é uma delícia e nada é doce demais apesar da doçura ficar por conta de decoração. E quem quiser me levar lá no dia que for conhecer eu de fato, não me oponho!

Kot Café
Endereço Rua Padre Marchetti, 548 – Ipiranga

Musarañas

O final de semana passou e o poder do controle remoto foi concedido a mim para escolher o filme da noite. Com a minha vasta lista de filmes ruins acumulando, resolvi selecionar um que não tinha só uma estrela na qualificação e fui surpreendida pelo Shrew’s Nest (Musarañas).

 

ShrewsNestEm Madri, nos anos 1950 vive Montse (Macarena Gómez), uma mulher que sofre de Agorafobia cuida da irmã mais nova (Nadia de Santiago), já que a mãe morreu durante o parto e o pai abandonou as filhas. A doença de Montse faz com que ela se prenda dentro de um apartamento, piorando a situação. Um dia, a relação entre as irmãs começa a mudar com a chegada de um vizinho Carlos (Hugo Silva).

O filme começou parado e eu já comecei a ficar com sono, apesar o que poderia ter de tão emocionante em uma história sobre uma mulher que não sai de casa? Bom, quando o tal do vizinho chega é que realmente as coisas começam a acontecer!

A relação das duas irmãs desde o começo se apresenta perturbada, seja porque a mais velha teve de criar a caçula ou pelo fato de Montse conviver apenas com a irmã há tantos anos e confesso que assistimos ao filme pensando que há algo mais. E há, as surpresas com relação a história das duas vai se revelando ao longo do filme e não terminam até o último minuto!

Sangre-de-mi-sangre-594

Para mim o filme teve uma pitada de Louca Obsessão (filme) ou Misery (livro) do Stephen King, até porque o filme e o livro são tão bons que acabam ficando por muito tempo em nossa memória.

Apesar de não estar acostumada a ver filmes em espanhol, achei excelente por conta de ter sido tão surpreendida o tempo todo. Ele é meio parado, mas depois de um tempo você acaba ficando MUITO aflito!

Recomendado por conta de ser um terror com toque psicológico. Se assistir me conta o que achou!